Como transformar um assunto único em vários posts

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Quem tem um blog, precisa sempre estar entregando conteúdo novo e fresco para os usuários, mas como manter a frequência e a qualidade?

De fato, esse é um problema que muitos enfrentam, mas se você também tem essa dificuldade, não se assuste. Isso é apenas falta de conhecimento de algumas técnicas, não uma limitação de qualquer tipo. 

As dicas abaixo foram dadas pela empresa Web No Rio – Criação de Sites RJ, e poderão te ajudar:

A situação…

Apenas para ilustrar, pense em uma situação fictícia onde você tem um blog sobre, digamos, turismo na cidade de Natal (Rio Grande do Norte). Um belo dia, você tem a brilhante idéia de escrever sobre os passeios de buggy que te levam às mais diversas praias do litoral no entorno da cidade, algo que ainda não tem disponível na internet.

Você pesquisa a fundo sobre os tipos de buggys, sobre as empresas de turismo que realizam os passeios, faz comparação de preços, escreve um longo texto, revisa o texto umas duas vezes em busca de idéias cortadas ou de erros de português e finalmente o finaliza, deixando-o lindo e maravilhoso. Você aperta o botão “Publicar”.

O que vem agora? Você simplesmente dá seu trabalho por concluído e começa uma nova busca por outra idéia matadora para escrever para o seu blog? Se você fizer isso, estará fazendo como fazem a maioria dos blogueiros iniciantes e estará fazendo errado.

O segredo

Se você aborda boas idéias em posts únicos, você está fazendo errado. Na maioria dos blogs, principalmente os blogs com nicho mais restrito (tal como o exemplo acima), geralmente existe uma quantidade limitada de assuntos a serem abordados, e não é por isso que você tem que criar menos textos. Você tem apenas que expandir a sua idéia, transformando o que seria um post apenas em vários posts, todos sobre o mesmo assunto.

Voltando ao exemplo que dei acima, você não precisa criar apenas um texto falando sobre os passeios de buggy. Você pode criar um texto de introdução, aonde você comenta que existem vários passeios, por várias praias diferentes, e guarda um pouco de assunto para outros textos. Agora veja as possibilidades que podem surgir desse texto inicial:

Título do texto de introdução: “Conheça os passeios de buggy em Natal”

Textos complementares a serem lançados no futuro:

Título: “Tipos de buggy e quais as diferenças entre eles”

Título: “Ir à uma praia de buggy ou de carro? Qual a melhor opção?”

Título: “Passeio com emoção ou sem emoção, qual é a melhor opção para você?”

Título: “Passeio de buggy para Genipabu – Fotos e relatório do meu passeio!”

Título: “Passeio de buggy para Jacumã – Esquibunda e Aerobunda”

Título: “Quer andar de buggy em Natal? Conheça algumas empresas que fazem os passeios!”

Título: “Qual a melhor empresa para comprar um passeio de buggy? Veja aqui roteiros e preços!”

Parando aqui para fazer um brainstorm bem rápido, transformei apenas um tema em 8 textos. E seria fácil continuar explorando mais o assunto. O que eu quero deixar claro aqui é: não desperdice uma grande idéia, aproveite o máximo dela. Como?

A regra

Tudo bem, tudo ótimo. Você entendeu a idéia, mas ainda não sabe como implementá-la e transformar o que seria um texto em vários textos? Aqui vai uma dica quente:

Trate cada texto que você produzir como uma introdução para seu próximo texto.

Se você tratar seus textos dessa forma, você inevitavelmente fará um encadeamento de idéias que permita a criação de vários textos. 

transformar-assunto-unico-em-varios-posts

Outras sugestões

Aqui vão algumas idéias que o ajudarão a dar continuidade em uma idéia:

Trate idéias opostas. No exemplo que dei no texto, seria algo como “Porque você deveria ir à praia XXX de buggy” ou “Porque você deveria ir à praia XXX (ou YYY) de carro”.

Se você publicou uma notícia no seu blog, publique posteriormente alguns textos expondo: sua opinião sobre o assunto, formas que essa novidade poderá afetar seus leitores, formas de contornar (caso seja um problema), formas de aproveitar (caso seja uma coisa boa), etc.

Utilize um comentário de algum leitor para produzir um novo texto respondendo ao seu questionamento.

Faça um texto explicando como fazer alguma coisa. No exemplo que demos acima, poderia ser algo do tipo “Como escolher um bom local para mergulhar com cilindro” ou “Como escolher o hotel ideal para se hospedar”, etc.

Faça uma lista “TOP10″. Por exemplo: “As melhores praias de Natal para se visitar”, “As melhores praias de Natal para se mergulhar com Snorkel ou Cilindro”, etc.

Explore alternativas às idéias que você expos inicialmente. Por exemplo “Porque você deve ir de buggy pata Genipabu” e “Como chegar à Genipabu de carro”.

Crie um texto final contendo uma abordagem muito superficial sobre o assunto e informando o leitor sobre todos os outros textos que você já publicou com esse tema. É mais um post publicado, e um que servirá como “guia” para seus leitores encontrarem o que estão procurando.

Um bônus

E se eu falasse para você que essa é uma ótima oportunidade para promover uma ação de link building interno? Oras, se você vai criar uma sequência de textos com assuntos correlacionados, essa é uma ótima oportunidade para melhorar um pouco do SEO do seu site com links internos.

Como? Simples!
Basta você colocar links para os textos anteriores. Por exemplo… No texto 2 você coloca um link para o texto 1, no texto 3 você coloca um link para o texto 1 e 2 e por aí vai. Ao final, você terá montado uma rede de links internos que facilitará muito a vida dos seus leitores a achar conteúdos complementares àquele que ele(a) está lendo.

Não se esqueça que uma boa estratégia de produção de links internos (links em seus textos para outros textos do seu blog) poderá lhe render um bom aumento na quantidade de visualizações de páginas (pageviews) do seu blog.

Para finalizar

Não é qualquer idéia que é adequada para essa técnica, mas você pode fazer o caminho inverso: tentar adequar sua idéia para que você possa usar essa técnica. Além disso, nada impede você de escrever um texto único sobre isso e procurar outras idéias para aplicar essa técnica. 

O que importa é que você aprenda a usá-la e comece a procurar temas que permitam um ciclo de vida maior em termos de quantidade de textos publicados.

Com isso em mente, eu te pergunto: Você conhece mais alguma técnica para enfrentar bloqueios mentais? Como você busca novas idéias? Deixe um comentário logo abaixo e compartilhe conosco!

Quer receber novidades?

Não perca mais dicas e conteúdos gratuitos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *